17 junho 2014

Ingratidão

Atrevo-me a corrigir a frase para "é esquecer que todos os dias, precisam de você novamente!".

A falta de ingratidão é uma coisa por demais. Só gostaria de saber o que é que ele seria se nao fosse o que lhe têm feito.
Mas o certo é que um dia ele vai sofrer na pele ou vai fazer com que alguém sofra. Até acredito que seja mais esta 2ª, pois a ingratidão acompanhá-lo-á toda a vida.

Não serei ingrata, mas vou deixar que esta ingratidão de que falo se prolongue. E digo que não serei ingrata porque é o que vai parecer. Mas quem terá de sofrer as consequências serei eu e por isso não vou ser eu a ingrata.

13 junho 2014

Tapa buracos

Há dias que percebemos perfeitamente que se é tapa buracos, ou se preferirem uma expressão mais bonitinha, que só se é chamado quando não há mais ninguém.


09 maio 2014

Serenata 2014


Há coisas na vida das quais não queremos abdicar, e sabemos bem que é por nos fazerem falta. E por nos darem ânimo para a Jornada seguinte.
 
A serenata com que se dá inicio à Queima das Fitas em Coimbra, é qualquer coisa de extraordinário.
Este ano, mesmo estando a viver longe, fiz questão de ir. Aquele momento é único.
As letras dos fados falam da nossa vida enquanto estudantes, numa cidade longínqua, mas também da nossa vida já de trabalhadores.
Falam à nossa vida.
 
E os dedilhados das Guitarras Portuguesa...ai! quanta razão eles têm.. uma inconstante de ritmo... num só dia andamos depressa e devagar... quanto mais no correr de cada dia. Tal como nos dedilhados, muitas vezes gritamos e outras murmuramos. Uma vezes parece estar zangados outros parece que só queremos dar e receber mimos.
Tantas e tantas coisas que podia agora aqui dizer, foram quase 2horas, em que tanto viver me passou em filme.
 
Lembrei-me de muita gente que fez parte da vida durante os meus anos em Coimbra, e de gente que ainda fazem parte de mim, da minha vida.
Pessoal com quem jantei, com quem fiz trabalhos, com quem passei, com quem fui ao parque, com quem fui à serenata, com quem estudei, com quem fui no carro, com quem estive nas aulas, com quem fui à garraiada, por quem passei apontamentos, com quem praxei, a quem praxei, a quem emprestei apontamentos... .... .... podia continuar a enumerar situações, mas acho que todas as pessoas em quem pensei já se identificaram.
 
Para esta serenata tive uma companhia diferente, foi a Anaisa, foi bom. Gostei muito de ir contigo, Isa. Temos tanto em comum e temos tanto para partilhar.
Tu vais conseguir! Fecha os ouvidos a quem diz o contrário.

Pelo FRA, vale a pena, vale ou não vale?
Com muita pena o deste ano não está disponível, mas fica o do ano passado, para recordarmos.




Obrigada pela bela companhia :)!

Deixo o link de um vídeo já deste ano.

https://www.youtube.com/watch?v=z5Lt2rghwo0

02 maio 2014

Leal...

O Escuta é leal!...

Mas romper leis, e meter cunhas, não é lealdade... como é possível quem se diz "Escuteiro à tantos anos"
 
Há pois é, o sofrimento quebra tudo o que possa ser lealdade, mas o sofrimento gera coisas que só quem passa por ele saberá transmitir aos outros. Logo ao romper leis, esse sofrimento não se compara.
 
É feio e vergonhoso.
 
Sou escuteira querendo cumprir o que B.P. sempre ensinou "Querer deixar o mundo um pouco melhor do que o que encontrei", se não o consigo fazer é porque sou fraca e me deixo influenciar pelas maldades que há no mundo.
 
Há pessoas que nunca quererei imitar.

01 maio 2014

Dia Diocesano da Familia

 
Hoje em Évora decorreu o 6º Dia Diocesano da Família.
Fui a este "evento" da Arquidiocese, na verdade, porque iria ser inaugurada a Exposição do concurso de Fotografia em que a temática era a Família, e no qual eu tinha participado, seriam também entregues os prémios.
 
Ainda que tivesse sido a 1ª vez que fui, fiquei desiludida com a quantidade de pessoas presentes. Segundo o n.º informado pelo Padre Henrique Rios, estavam 120 pessoas... o que é isso numa Arquidiocese, e estamos a falar de um dia da Família.
 
No entanto, até foi bom estarmos pouquitos, pois criou-se um ambiente mais familiar, e na inauguração da exposição, tivemos um tempo mais tranquilo, e alguma familiaridade.
 
Obrigada aos outros "ganhadores" presentes pela animação que tivemos uns ao lado dos outros.
 

20 abril 2014

Nascer...

Festejar o 33º aniversário de baptizada numa Vigília Pascal como a de hoje, é de uma enorme sorte.

Foi sem dúvida uma celebração vivida com fé no Jesus Ressuscitado.

18 abril 2014

Adoração da Cruz

"Oremos, irmãos, a Deus Pai todo-poderoso,

para que livre o mundo de todos os erros,

afaste as doenças e a fome em toda a terra,

abra as portas das prisões e liberte os oprimidos,

proteja os que viajam

e reconduza ao seu lar os emigrantes e os desterrados,

dê saúde aos enfermos e a salvação aos moribundos.

D eus eterno e omnipotente,


consolação dos tristes e fortaleza dos que sofrem,

ouvi as súplicas dos que Vos invocam nas tribulações,

para que todos tenham a alegria de encontrar em suas dificuldades

o auxílio da vossa misericórdia.

Por Cristo, nosso Senhor."


 
 É a última das intenções da Oração Universal da Adoração da Cruz, é a oração pelos atribulados, e quem de nós não é atribulado. Quem de nós na vida do dia a dia não passa por momentos de tribulação.
Não só, mas uma das orações que me fez rezar por muita gente e por mim própria.
 
A adoração da cruz este ano foi diferente, foi partilhada e foi, realmente, em comunidade.
Obrigada Sílvia. :)

18 março 2014

Ditados Populares

Há dias que percebemos que os ditados antigos são aplicáveis ao mais alto nível...

"Quem tem padrinhos baptiza-se."
"Há quem nasça com o cú para a lua"
"Quando se fecha uma janela abre-se uma porta." (ou até mesmo um portão)...

"A sorte é como o raio: nunca se sabe onde vai cair"

Havia mais alguns que me apetecia aqui colocar, mas não vale a pena...
São somente palavras por aqui soltas.

17 março 2014

Mistério da Graça

«Santo Agostinho, com razão, afirma que um bom rapaz sobre o qual se ponham muitas esperanças, com o passar do tempo pode corromper-se e iludir-se, como pode acontecer, pelo contrário, a alguém que vivia afastado ser um modelo de vida cristã, se puder redimir e tornar-se excelente discípulo de  Cristo.
Este é o mistério da graça e da fragilidade humana.»

Tantas são as vezes que vejo tal acontecer...em tantos momentos... e em tão diversos momentos... as escolhas dos homens nada têm a ver com as escolhas de Deus.

É com esta ideia que começo a semana.

16 março 2014

Em particular...

"Só no fundo do ser eu vou encontrar
As razões de viver, as razões de amar
É bem dentro de nós que está a raiz
Que nos faz amar e ser feliz."
 
 
Há sítios e pessoas com quem vale a pena partilhar, refletir e viver a  Sagrada Escritura.
Há comunidades que nos levam ao mais fundo nós mesmos.
E, felizmente, que há comunidades de tal maneira indiferentes que nos fazem perceber do que é a Fé e de como se quer viver.
 
 
Em particular somos convidados!!!! Disso tenho eu a certeza :)!
 

13 março 2014

Ouvir vs Falar

"A Natureza é benévola: deu aos homens e às mulheres dois ouvidos e só uma boca para ouvirem mais do que aquilo que dizem."

Mas pelo q vejo anda muita gente neste mundo a quem ñ foi dado nem sequer um ouvido para ouvir, mas MUITAS bocas para falar da vida dos outros, porque a própria vida anda bem escondidinha.
Fala-se mais do que se escuta.

11 março 2014

Besta vs Bestial



 
"Para passar de bestial a besta, é um instante.
O engraçado é quando nem se chega a bestial e já se está em besta."

Há quem falha mais do que qualquer possa imaginar.

23 fevereiro 2014

Palavras de...

... de Jorge Bergóglio antes de ser o Papa Francisco.
 
As palavras que vou transcrever é de um livro bibliográfico que foi escrito por dois Jornalistas, ainda quando o Papa era Cardeal.
 
Quase que tenho vontade de transcrever o livro completo, mas vou tentar deixar somente umas frases.
 
"O desempregado, nas suas horas de solidão, sente-se infeliz, porque «não ganha a vida». Por isso, é importante que os governos dos diferentes países fomentem uma cultura do trabalho, e não da dádiva."
 
"O ócio tem duas acepções: como desocupação e como gratificação. Juntamente com a cultura do trabalho, deve-se ter uma cultura de ócio como gratificação. Dizendo de outra maneira: uma pessoa que trabalha deve ter tempo para descansar, para estar em família, para ter prazer, ler, ouvir música, praticar desporto."
 
"Quando o trabalho não dá lugar ao ócio saudável, ao repouso reparador, então escraviza, porque uma pessoa já não trabalha pela dignidade, mas sim pela competitividade."
 
"A nossa vocação é a plenitude e a felicidade, e, nessa busca, a dor é um limite. Por isso, o sentido da dor só é entendido plenamente através da dor de Deus feito Cristo."
 
"Às vezes, adormeço sentado (em frente do sacrário), deixando-me olhar."
 
"A verdade é que sou um pecador a quem a misericórdia de Deus amou de uma maneira privilegiada."
 
"Transitar a paciência é deixar que o tempo paute e amasse as nossas vidas."
 
"Transitar a paciência implica aceitar que a vida é uma aprendizagem contínua."
 
"Prefiro uma Igreja acidentada a uma Igreja doente. Por outras palavras, acho que uma Igreja que se reduz ao administrativo, a conservar o seu pequeno rabanho, é uma Igreja que, a longo prazo, adoece."
 
"Sair ao encontro das pessoas é também sair um pouco de nós mesmos, do recintos dos prazeres próprios." [Zai quantas vezes comentamos isto?!!?!?!? :( ]


Vou mais ou menos a meio do livro... acho que não vou resistir sem que coloque mais umas frases. Gosto do que leio :)!

06 janeiro 2014

Falsidade...


Fico parva com a capacidade que as pessoas serem falsas...
Para se mostrarem...
Para fazerem os outros crerem no puro acaso...
Mas no fim, a cara é sempre a de Santos...

Não gosto!

28 dezembro 2013

...

O tempo passa e não se gera tempo para certos prazeres da vida...

E a escrita no blog tem de facto ficado um pouco aquém...

Somente digo que hoje apanhei um grande susto porque eliminei os dois blog's - este e o blog das Fotos - lá consegui recuperá-los... pois continua-me a fazer sentido tê-los...
São alguns anos, são muitos post...
é muita vida.

19 setembro 2013

Misericórdia

"O confessionário não é uma lavandaria onde se lavam os pecados ou uma sala de tortura para os fiéis católicos.

O pontífice explicava aos fiéis e aos religiosos a importância da confissão para os católicos como forma de reconciliação com Deus. "Quando Deus perdoa os homens faz justiça, já que Jesus veio ao mundo para nos salvar e nos perdoar, acolhendo com a ternura de um pai para um filho".
 
in Papa Francisco

18 setembro 2013

Pequenas coisas....

Há acontecimentos na vida de alguns que para outros são pequenos nadas,e que até pode fazer confusão alguém festejar...
Mas cada acontecimento, tal como cada vida é Especial e Única... e é assim que temos de nos respeitar.
O meu pequeno nada foi muito para mim,obrigada a quem comemorou comigo.

11 agosto 2013

AcaReg 2013

Foi assim que começou o AcaReg 2013... após a montagem das tendas, do sombreiro e dos porta mochilas, os meninos sentaram-se à sombra a começarem a sua relação de bandos...
Foi um acampamento muito rico para criar laços... os elementos dos bandos precisam de se sentir pertença uns dos outros.
O certo é que com o passar dos dias, notou-se a evolução de alguns elementos... Fiquei bastante feliz de ver alguns miúdos a crescerem, a responsabilizarem-se pelas suas coisas e pelas coisas dos outros elementos não só do bando, mas também da alcateia...
Se os lobitos da Alcateia 25 do 1085 chegaram ao AcaReg crus, saíram de lá q.b. de diferentes, agora só é necessário continuarmos (nós dirigentes e os pais) a permitir-lhe alcançar metas...
Há miúdos e graúdos que esta semana foram exemplos... já o disse a quem o devia dizer diretamente, e por isso, aqui não vou referir nomes...

21 julho 2013

É necessário

Já sabia que tinha saudades, agora ainda tenho mais certeza que a saudade era muita...
Quero voltar...
Quero estar...
Quero cheirar...
Quero viver...

03 julho 2013

"Nada", força...

 
Que bem que sabe, no fim do dia ir dar umas braçadas..
Ah... mas pensam que não me custou sair do comodismo??? Custou!...